Cuidado com Filamentos

Às vezes nossas impressões começam a ficar um pouco diferente das normais que estamos acostumados, um dos motivos pode ser a umidade no filamento. Principalmente em PLA a umidade é um fator muito importante que devemos ter bastante atenção, a umidade pode causar vários defeitos para utilização em impressoras 3D.

Nesse tópico iremos demonstrar algumas formas de perceber e evitar esse tipo de problema:

Uma das formas mais fáceis de perceber esse fenômeno no PLA seria dobrar o filamento. O comportamento correto do filamento seria deformar durante a dobra

e não romper. Se ocorrer o rompimento imediato poderá ser um sinal que o filamento adquiriu umidade.

· Outra forma de percebermos se o filamento está com umidade seria na hora da impressão, método funcional para ABS e PLA. Ambos quando impresso (extrudado) apresentam “bolhas” no processo, podendo ser percebido visualmente ou apresentando um ruído característico do rompimento das bolhas (estalos).

· Porém, a maioria das vezes não temos o costume de verificar essas características antes de começar a imprimir e nos deparamos com a peça pronta ou inacabada no final, apresentando defeitos que julgamos ser os mais variados possíveis, sendo esses da impressora, do filamento e até do arquivo.

A inconstância do material úmido se deve a vários fatores:

O rompimento das “bolhas” gera uma turbulência no fluxo deixando-o inconstante;

O material fica com a dureza superficial um pouco mais elevada, podendo dificultar a tração do

mesmo e gerando problemas na vazão;

O material por estar mais quebradiço (PLA) pode quebrar antes da alimentação, causando a

falta de material alimentado, deixando a peça inacabada por falta de material;

– Aumento do volume dentro do bico, causando entupimento do mesmo.

Como evitar esse problema:

– A além de controlar a umidade em seu estoque, envia seus produtos inseridos em sacos ZIP, com fechamento hermético, o que evita a entrada de ar em seu interior, além de enviar junto com o pacote um pouco de sílica em saches, na qual retira a umidade do ar no interior da embalagem.

– Para a utilização indicamos que após o uso, o filamento seja inserido novamente na embalagem ZIP com a sílica.

– Em zonas muito úmidas ou em dias com umidade elevada, indicamos a utilização de recipientes fechados para que a umidade do ar não entre em contato com o filamento.

Normalmente são adicionados dessecantes nos recipientes, os mais utilizados são os sachês de sílicas ou até mesmo arroz. Mas quanto mais isolado do ar externo, será melhor para o filamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *